quarta-feira, 18 de março de 2009

O E-mail do ódio de Richard Dawnkins

Richard Dawnkins é zoologista, etólogo, evolucionista e professor da Universidade de Oxford na Inglaterra. Conhecido no mundo todo por defender o ateísmo e combater a crescente onda criacionista, Dawnkins é odiado por religiosos fanáticos. Sua maior contribuição à ciência são seus estudos sobre evolução centrados no papel do gene, sendo 'O Gene Egoista' o principal livro a defender suas idéias. Além de cientista ele é um popular escritor de divulgação científica e seu último livro, 'Deus um Delírio', já é um best seller.

Devido às suas constantes críticas às mazelas provocadas pelos extremistas religiosos e ao surto do que se convencionou chamar de Criacionismo Científico - linha de pensamento que promete provar a teoria da criação divina cientificamente, mas não tem conseguido adeptos dentro do movimento evolucionista -, Dawnkins tem que lidar diariamente com uma enchurrada de e-mails mal-criados de cristãos.

Neste vídeo, que eu encontrei no You Tube, Dawnkins lê com sarcasmo alguns e-mails recebidos. Está em inglês, mas é muito divertido.

Alguns trexos:

"Eu espero que você morra devagar e queime no inferno, blasfêmia imunda."

"Você é um saco. Vá queimar no inferno, satã. Nós nos dirvetiriamos torturando você. Cristãos vivendo para deus."

"Ha ha, seu idiota fudido, espero que você seja atingido por um vitral de igreja e morra lentamente"



O mais interessante é que muitos dos e-mail são assinados por 'Cristãos vivendo para Deus'. Será mesmo que, caso exista um Deus, ele aprovaria esse ódio todo? O extremismo religioso provocou e provoca guerras que muitas vezes duram séculos. O ódio disseminado contra aqueles que contrariam suas 'verdades' - seja por terem outra crença ou por não terem crença - gera a maior desgraça da humanidade: homens matando homens.

Uma das idéias defendidas por Dawnkins e muitos outros evolucionistas - eu concordo também - é que não existe o gênero Homo (de Homo sapiens), que teria sido criado pelo motivo óbvio de que foi um ser humano que criou o sistema de clasificação das espécies. Geneticamente e morfologicamente nossa espécie deveria ser realocada junto com os chimpanzés - nossos parentes mais próximos -, ou seja, no gênero Pan: Pan sapiens.

Vendo este vídeo dá para concordar plenamente.

20 comentários:

Rosângela Maria disse...

Yure, quem aqui nos blogs são mais massacrados? Fala a verdade, yure.

Quanto a sua postagem, que tal ler isso
A ciência das origens não pretende responder apenas à questão de “como o Universo surgiu por acaso?”, mas sim “como o Universo surgiu?”. Assim sendo o “por acaso” é apenas uma das respostas teóricas e cientificamente possíveis.

Dentro da mentalidade naturalista que permeia o pensamento científico atual, um outro grave erro é cometido contra a Teoria do Criacionismo e a Teoria do Design Inteligente: o de achar que essas teorias estejam baseadas em pressupostos religiosos.

Michael Denton, biólogo molecular, esclarece esta questão da seguinte forma:

“Pelo contrário, a inferência do planejamento [teoria da criação e teoria do design inteligente] é uma indução puramente a posteriori [após examinar-se as evidências] baseada numa aplicação inexoravelmente consistente da lógica e da analogia. A conclusão pode ter implicações religiosas, mas não depende de pressuposições religiosas.” (Evolution, A Theory in Crisis (Bethesda, MD: Adler and Adler, 1986) p. 341).

Henry Margenau e Roy Abraham Varghese, editores do livro Cosmos, Bios, Theos, que foi produzido juntamente com outros 60 cientistas, 24 dos quais receberam um prêmio Nobel, confirmam a estrutura consistente da lógica e da analogia da ciência criacionista afirmando que “… só há uma resposta convincente para explicar a enorme complexidade e as leis do Unvierso – a criação por um Deus onisciente e onipotente.” (“The Laws of Nature Are Created by God” em Cosmos, Bios, Theos (LaSalle, IL: Open Court, 1992), p. 61).

Portanto, a questão de alguém não aceitar que uma forma de vida inteligente e superior tenha criado todo o Universo e a vida que nele se encontra, não está baseada na falta de evidências científicas ou até mesmo da lógica científica como explicam Fred Hoyle e Chandra Wickramasinghe: “De fato, tal teoria é tão obvia que ficamos imaginando porque não é largamente aceita como auto-evidente. As razões são mais psicológicas do que científicas.” (Evolution from Space (Londres: J.M. Denton & Sons, 1981), p. 130);

Colocando em uma linguagem mais simples, tanto o “naturalismo científico” quanto o criacionismo científico” buscam nas mesmas fontes as evidências para as suas propostas. A interpretação dessas evidências pode ser diferente. Mas isto não é uma questão de ciência e religião. Isso é uma questão de interpretação.

Uma avaliação cuidadosa do crescente número de evidências, será de grande auxílio para o estabelecimento da primazia entre estas teorias.

Portanto, queremos nas páginas deste portal trazer evidências para demonstrar não como tudo começou por acaso, mas sim como o tudo começou.

Custa ou não continuar buscando?
Por acaso, Evolucionismo é um fato comprovado? Se o é por que continua como "Teoria"?

Esses pseudos cristãos aí que falaram estas coisas em email, com certeza, não amam Jesus, não amam a eles mesmos e nem amam ao próximo.

Outra pergunta: Por que o Adauto LOurenço não foi aceito na UENF?
Porque os alunos zombaram, foram incitados a não darem atenção, estas coisas?

Por que no final do debate do ADauto LOurenço os alunos foram atrás dele perplexos com suas exposições?

Yure, as coisas estão mudando...
As coisas não são bem assim...
Espero que eu possa continuar aqui...

OLha a palavra: "comer"
Espero que apesar desta boca aberta rsrsr vc não me coma...

Rosângela Maria disse...

Ah, sem querer te ofender...
Você disse que eu fico comentando pelos blogs porque não recebo ninguém. Dá uma olhadinha no meu perfil e na data de meu inicio...

EU não estou preocupada com estas coisas não, Yure. Você não me conhece.

Um abraço. Paz

Rosângela Maria disse...

O portal acima é www.universocriacionista.com.br

Rosângela Maria disse...

Vamos nessa?

Rosângela Maria disse...

Pode se prepararque agora seu contador vai disparar..rsrsrs

Rosângela Maria disse...

Você sabe que a maioria das pessoas não lêem, nao pesquisam, não inferem. É ou não é? Mas tem se levantado um povo bem disposto, yure. Que não está brincando e que não quer humilhar ninguém.Só quer a verdade, integridade e humildade.
Por favor, não me expulse daqui... esta é a porta mais importante aberta para mim, até agora.


Eu jamais iniciaria este tema, mas também jamais correria dele.

Rosângela Maria disse...

Ah! Espero que você não me considere um spam e muito menos mais um "Cult".

Depois o ódio vem dos cristãos, né, Yure?

Yuri Amaral disse...

Na boa Rosângela, não quero te comer. Além do mais, minha namorada ficaria com ciumes.

Não acho que esteja massacrando ninguém, mas valeu pela crítica, vou prestar atenção nisso.

Quanto as considerações ao criacionismo, vamos lá:

Não se trata apenas de acaso, mas sim de não objetividade. As coisas simplesmente acontecem, não há um plano por trás de tudo. Não tem ninguém olhando e, se tiver, joga dados. Isto é constantemente observado na natureza. Uma duna é a disposição aleatória de grãos de areia transportados pelo vento, não tem ninguém determinando onde cada grão deve se posicionar nem pra que lado o vento deve soprar.

Se for convencionado que realmente Deus existe e ele criou o universo e tudo mais, qual a pergunta que viria em seguida? 'Mas então, quem criou Deus?', outro Deus?, mais poderoso e antigo? A questão, assim, não se resolve jamais.

A seleção natural é uma teoria, pois, não é apenas ela que é responsável pela evolução - conceito amplamente aceito na academia -, mas age em conjunto com a seleção sexual, deriva genética e outros mecanismos que possam vir a ser descobertos. Esses mecanismos garentem o 'não acaso' no processo. Não é ao acaso porque existem mecanismos que controlam o que sobrevive e o que morre.

O código genético é uma sequência gigantesca de pares de bases, a maior parte nem sequer contendo genes, que sofrem mutações constantemente (o ADN é repleto de enzimas que corrigem as mutações, como em um controle de qualidade de uma fábrica) e são selecionados de acordo com sua funcionabilidade e adaptação ao meio.

O evolucionismo e a seleção natural são amplamente aceitos na academia e a cada dia mais e mais provas vão sendo descobertas. Isso não tem como mudar. A medicina usa conceitos evolucionistas no tratamento de doenças. A agricultura e pecuária usam nas lavouras e pastos. Até a tecnologia se apropria disso pra fazer carros vais velozes, sistemas de informação mais eficientes e na biotecnologia.

Rosângela, não quero te convencer de nada. Se quiser acreditar em deus, vai lá, não tenho nada com isso. Eu não pretendo acabar com as religiões, nem com a crença de ninguém. Mas acho que cada coisa tem seu lugar.

Não te odeio. E realmente não te conheço. Nem estou interessado em quantas visitações você tem. Foi uma impressão que tive. Eu mesmo não tenho pretenções em relação às visitas no meu blogue. Quero apenas levantar ideias e ver quem corre pra chutar!

Valeu pelo chute, de qualquer forma.

Quanto ao Adauto: ele foi recebido duas vezes na UENF e foi sempre muito bem tratado. Inclusive porque tem um monte de crente lá. Isso explica os alunos 'perplexos', eles ouviram o que queriam ouvir. Isso não valida suas idéias. Inclusive, o livro dele tem uma gafe que é de espantar: logo no começo ele se apresenta como cientista e, logo depois, desacredita toda a academia. Ora, se todo conhecimento gerado na academia é sujeito a incorreções e presupostos preconceituosos por parte dos cientistas - como ele afirma no livro - porque o que ele diz não se sujeita a isso? o que ele tem de especial? Muitos cientistas, inclusive evolucionistas ferrenhos como J. Gould, acreditam em deus. Mais isso é outra história, tem a ver com a cultura das pessoas e nunca prejudicou a teoria em sí.

meu olho tá colando, boa noite!

Rosângela Maria disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Rosângela Maria disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Rosângela Maria disse...

Ok yure, menos mal! Até me sinto mais à vontade para participar. Quanto à sua namorada...(rsrsrs) você pegou pesado, hein? Vocês não são fáceis, querem mesmo calar a nossa boca!!!! fala a verdade? kkk
Gostei muito de tudo o que você diz ai. Acho que este vai ser um tempo precioso, pois “se existe uma coisa que não existe” é espaço (respeitoso) para cristão e criacionisa se manifestar. Nem todo Criacionista é cristão, e você sabe disso. Mas todo cristão é, a priore, um criacionista. Não por causa do “Cri”, mas pela humildade em reconhcer que existe um Ser Soberano que rege o mundo e que à medida em que passa o tempo mais isto vai sendo claro.
O que mais me intriga nesta questão “Evolucionismo- Criacionismo” é a postura dos Evolucionistas. A ponto de dizerem que é preciso usar de humor para afastar os criacionistas. Vou te mostrar um artigo da Folha, onde me envolvi a ponto de enviar uma carta e até hoje não obtive resposta. O autor debochava, ironisava com a maior falta de respeito. E eu escrevi uma carta. Vou procurar aqui nos meu arquivos e gostaria que você se manifestasse sobre a situação.
Um abraço, Yure, eu sei que você, como eu, não está nem aí para quem vê ou não nossos blogs. Somos “semeadores e idealistas”. Queremos ver o mundo melhor. Nâo estamos preocupados em agradar a gregos ou troianos. Mas só falei porque você mencionou isto, lembra?
Mas continuemos pois ainda vem muita coisa por aí.

Oraculo disse...

Rosangela escreve: "Mas todo cristão é, a priore, um criacionista. Não por causa do “Cri”, mas pela humildade em reconhcer que existe um Ser Soberano que rege o mundo e que à medida em que passa o tempo mais isto vai sendo claro."

Como assim, humildade????!!! Afirmar que uma divindade cósmica onipotente, capaz de criar um universo, bilhões de galáxias, com bilhões de estrelas, buracos negros supermassivos, e existir a 14 bilhões de anos, está direta e pessoalmente interessado em você e em sua vida sexual, considerando-a como "filha" pode ser chamado de "humildade"?!?!? Acho que o termo significa coisas diferentes para cada um de nós..:-)

Por outro lado, reconhecer que nada mais somos que fruto de uma evolução, leis naturais, e apenas outra espécie de ser vivo, um tanto arrogante reconheço, não parece algo muito mais humilde?

E quanto a ser "apenas uma teoria", bem tanta gente já tentou explicar essa confusão, não sei como ainda não entendeu.

Teorias, em ciência, não significam um "palpite". Isso se chama "hipótese". Teorias são conjunto de explicações solidamente baseadas em dados, fatos, evidências e previsões confirmadas.

Por isso são teorias, a teoria gravitacional, a teoria da relatividade, a teoria do eletromagnetsimo, etc, etc. Não acha que a "teoria do eletromagnetismo, que permite que seu computador funcione, é "apenas uma teoria", acha?

Enfim, para quem "deseja" acreditar, nenhuma evidência mudará isso.

Homero

Rosângela Maria disse...

Hum, Homero, já vou te responder tá? Um abraço.

Millena Lízia disse...

Nossa, ontem mesmo assisti uma pesquisadora trabalhando com um chimpanzé. E era impressionante como o animal conseguia compreender o conceito de uma contagem simples. Quando a pesquisadora comunicava com o animal, por exemplo, que algum objeto estava em falta o chimpanzé chegava num quadro e pressionava o botão zero!
Encontrei isso aqui na internet - http://noticias.terra.com.br/ciencia/interna/0,,OI2122258-EI8147,00.html - sobre pesquisas com chimpanzés. Acho que serve pra ilustrar o que eu mencionei e acrescenta algumas outras informações estimulante.

Rosângela disse...

Obrigada Milena, pela sua contribuição que foi muito importante para futuras considerações.


Homero, sobre este parágrafo:

"Teorias, em ciência, não significam um "palpite". Isso se chama "hipótese". Teorias são conjunto de explicações solidamente baseadas em dados, fatos, evidências e previsões confirmadas."

Tenho a dizer o seguinte:

Nem tanto!!! Sabe por quê? Você mesmo deve saber de que tem uma teoria que diz que existem Hipóteses que ninguém contradiz e com o passar do tempo viram teorias. Poderia citar aqui algumas hipóteses que viraram teorias, mas não lembro. Prometo trazê-las em tempo oportuno.

Quero deixar bem laro aqui que não estaos falando em Crença, pelo menos eu não estou falando nada de crença. Estou falando de Ciência.
Se você pensa que eu vou trazr aqui provas da existencia de Deus, pode tirar o seu equinócio de sua precipitação pluviométrica, que nada disso vai acontecer. Vamos falar de Teoria Cientifica Criacionista. Tudo bem? Vamos parar com essa coisa de tudo aqui vocês colocarem religião. O assunto não é: "Quem criou". O Assunto é: "Não evoluiu, houve uma inteligência por trás. Não sabemos se foi uma força, um Ser , ou seres". E eu gostaria de, pelo menos, poder colocar aqui meus pensamentos. Posso? Vou logo avisando: Esquece de religião e Criador.

Yuri Amaral disse...

"tem uma teoria que diz que existem Hipóteses que ninguém contradiz e com o passar do tempo viram teorias"

Que porra é essa? na boa escreve isso de novo de uma forma que faça sentido. Pelo menos você poderia citar essa tal teoria.



"tire seu equinócio de sua precipitação pluviométrica"

equinócio é um evento astronômico envolvido com a passagem das estações. se você estava se referindo a cavalos a palavra correta seria 'equideo' ou 'ungulado'.

E ainda quer manter a conversa 'cientificamente'. lamentável...

Bem, acho que podemos terminar esse papo por aqui. Pelo que você está dizendo existe 'algo' a organizar o universo e todos seus fenômenos. Ao mesmo tempo você diz que não é deus - apesar de crer nele. ou seja, existe um criador que não criou nada mas ao mesmo tempo planejou e organizou o universo.

Papo de maluco é no hospício, me coloque fora disso...

Homero disse...

Rosangela disse: "Nem tanto!!! Sabe por quê? Você mesmo deve saber de que tem uma teoria que diz que existem Hipóteses que ninguém contradiz e com o passar do tempo viram teorias. Poderia citar aqui algumas hipóteses que viraram teorias, mas não lembro. Prometo trazê-las em tempo oportuno."

Pois eu também sei de um monte de coisa, evidencias e até provas que refutam completamente você, mas não me lembro agora, posto depois..:-)

Brincadeiras à parte, está precisando ler este texto, sobre a relatividade do errado:

http://ateus.net/artigos/ceticismo/a_relatividade_do_errado.php

Talvez desfaça seu engano sobre o que são teorias científicas e como elas se comportam em termos de conhecimento confiável.

Hipóteses que ninguém contradiz, deve estar se referindo a "premissas", como a linha e ponto em matemática.

O que estou afirmando é exatamente isso, seu desconhecimento, e alguma distorção por ler textos criacionistas demais, em relação aos termos científicos causa grande confusão em suas alegações.

Leia o texto que sugeri acima, e entenderá melhor (se, é claro, quiser entender melhor..:-).

Rosangela: "Quero deixar bem laro aqui que não estaos falando em Crença, pelo menos eu não estou falando nada de crença. Estou falando de Ciência."

Não, não está. Não entende o suficiente de ciência para isso, e o que entende de crença é superficial. Está na verdade repetindo distorções e ataques a ciência que escutou ou leu em outros lugares.

Rosangela: "O assunto não é: "Quem criou". O Assunto é: "Não evoluiu, houve uma inteligência por trás. Não sabemos se foi uma força, um Ser , ou seres". E eu gostaria de, pelo menos, poder colocar aqui meus pensamentos. Posso? Vou logo avisando: Esquece de religião e Criador."

Não posso esquecer de religião, é a fonte de sua crença e de sua posição, embora se tente disfarçar como ciência criacionista. Não há um único experimento, uma única previsão, um único estudo que demonstre haver "algo por trás".

E as "lacunas" as quais tenta se apegar, são o mesmo que o deus-vulcão, que era algo "inexplicável" no passado, mas bastante conhecido hoje.

A questão é esta, Rosangela, não há evidências de "algo mais". Sem evidência, sem crença.

O problema é que a "fé" religiosa não é forte o suficiente em pessoas esclarecidas, modernas, para suportar crer sem ter evidências. Por isso é tão assustador que a evolução demonstre a falta de evidências de seres criadores.

Não, ela NÃO demonstra que deus não existe, apenas que não há evidências disso na biologia e nos seres vivos. E parece ser isso, essa falta de evidências, que assusta quem crê.

Você acha que é "auto-evidente" que existe um criador. Acha porque quer achar, não há nenhuma evidência disso. As que pensa existirem, são falhas de sua compreensão, deus-das-lacunas, ou distorções intencionais feitas por que está desesperado para manter a fé.

Por isso mesmo igrejas que defendem "a fé pela fé" precisam de "milagres", pois sem ele ficaria mais difícil manter a crença.

Entenda, Rosangela, nem eu nem você temos conhecimento suficiente para analisar os dados, nem espaço ou tempo em um site de comentários (embora eu tenha mais que você, ainda é pouco pelo volume de informação disponível).

Mas toda a comunidade academica, cientistas de todos os tipos, tem estudado o assunto a mais de 1 século, e as conclusões são sólidas, a evolução é um fato, os mecanismos, como a seleção natural, suficientes para explicar a diversidade, etc, etc.

Tentar refutar isso com algumas frases e distorções de sites criacionistas, não vai resolver.

Se quer "mesmo" saber, tem de ler os livros onde estes estudos estão publicados, as revistas, os textos, é um esforço realmente grande, não vai aprender nada apenas com sua fé.

Posso recomendar muitos livros que desfazem as mentiras e distorções criacionsitas, pode ler e tirar suas conclusões, mas apenas se desejar tirar conclusões, se preferir continuar a acreditar, nada se pode fazer.

Se quiser saber mais, se quiser entender as refutações as bobagens criacionistas, pode escrever em pvt, ok? Em uma mensagem de algumas frases não dá..:-)

Rosângela disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk está ficando bom! E náo vou tirar meu equino da precipitação pluviométrica. E não vamos baixar o nivel. Vamos falar como duas pessoas educadas, tá?

Yuri Amaral disse...

Completando o que Homero tem discutido: Rosângela, te desafio a postar aqui um, apenas um artigo científico, em revista indexada, om nível de impacto avaliado, que comprove ou ao menos cite a possibilidade do criacionismo ser aceito como uma teoria. Se fizer isso volto a discutir com você. Não vou comentar mais nada até você postar.

Não queira discutir cientificamente? Pois bem, na ciência se discute em cima de evidências. Se houver um artigo evidenciando o criacionismo poderemos discutir cientificamente. Se não houver não terei porque responder seus comentários. E não responderei.

Mesmo que este não seja o espaço para discutir cientificamente. Afinal, nenhuma conclusão que tirarmos daqui vai contar pra comunidade científica internacional.

Rosângela disse...

Yure, não se preocupe, você não vai mais precisar responder nada. Não sei nada. Sou pateta, esqueceu?
Valeu por ter puxado o tema...